Página inicial > Notícias > Fandango nervoso

Fandango nervoso

quinta-feira 18 de setembro de 2014

O Grupo de Fandango Família Neves tem um papel muito importante dentro da manifestação cultural popular brasileira.

O Grupo foi criado e maio de 2005, através do Museu Vivo do Fandango.

Caiçaras nativos residente no bairro do Marujá no Parque Estadual da Ilha do Cardoso, litoral sul de São Paulo, município de Cananéia, trazem consigo a herança musical do fandango de seus antepassados, com quem aprenderam a arte e, principalmente, a gostar da arte de pai para filho, de tio para sobrinho, de primo para primo, essa é a maneira de perpetuação da cultura ao longo dos séculos.

O grupo carrega um dom natural e puro, que só a música é capaz de traduzir, a música flui, os sons encantam, extrapolando a harmonia, apesar da complexidade de afinações e acordes, a emoção de lembrar do pai, do avô, do tio, ou de um ente próximo, quando falam segurando seus instrumentos mostram a eterna gratidão da simplicidade pela arte que aprenderam.

Tradicionalmente o fandango tem uma relação muito direta com os mutirões de roçada, de puxada de rede, de confecção de cerco, de confecção de canoa, de casa, etc.

Mas hoje em dia as apresentações do Grupo se fazer presentes em comunidades, associações e festas de cunho popular, uma tradição dos grandes bailados.

O Grupo de Fandango Família Neves já foi contemplado com projetos para a melhoria do grupo, como compra de instrumentos, equipamentos de som, etc. Em 2014 se apresentou em vários lugares do Brasil, principalmente em Natal, Rio Grande do Norte, na mostra artística da Teia nacional da Diversidade, de 18 a 23 de maio; intercâmbio com Paranaguá, em Valadares, na Festa do Divino, com a Associação Mandicuera, do dia sete a 21 de junho, participando da Festa Junina em Paranaguá, no Mangue Seco; em julho na Festa da Tainha no Marujá, que aconteceu nos dias 17 a 20, trazendo os Grupo de Fandango jovens da Jureia, para participar da festa, custeando os gastos com o restante do recurso proveniente do ProAC – Programa de Ação Cultural; em agosto participou da Festa de Nossa Senhora dos Navegantes em Cananéia, no dia 15, abrindo o show do Bicho de Pé; no dia 30 participaram em Guarulho/SP da Festa de Nossa Senhora do Bom Sucesso; trazendo um histórico e carreira bem grande e valioso, um exemplo são as escolas que vêm e ficam na comunidade, geralmente pedem apresentações de Fandango.

O Grupo, hoje composto por pessoas de várias gerações, desde pessoas de idade avançada até adolescentes; como Sr. Leonildo com mais de 70 anos; Izidoro e Salvador com mais de 40, Valdemir com mais de 50, até os mais novos, como Caio com 16 e Mariano com 14 e outros que fazem a festa por onde passam. Fandango Caiçara é fandango nervoso.


Rua Antonio Colaço de Souza, 120
Carijo - Cananéia / SP
Telefone: (13) 3851-1201
e M w C B